4 lições de apostas de Sir Alex Ferguson

Quais são os segredos do sucesso de Ferguson?

De que erros se arrependeu mais?

O que significa a disciplina nas apostas?

Com o lançamento do seu último livro, Liderança, Sir Alex Ferguson deu um passo atrás nas memórias do futebol e revelou os segredos do seu sucesso nos 38 anos que passou como treinador do Manchester United e do Aberdeen. Quais são os segredos do seu sucesso? O que podem os apostadores aprender com isso? Continue a ler para ter a resposta.
Tendo acumulado 49 troféus ao nível mais elevado do futebol escocês e inglês, Sir Alex Ferguson fica para a história do futebol como um dos treinadores com mais sucesso de sempre. O seu nome representa sucesso, liderança e, naturalmente, troféus.

Com Liderança, Sir Alex Ferguson criou um guia inspirador cheio de lições que podem ser aplicadas em qualquer ambiente onde o objetivo seja ganhar.

Pois então, o que podem os apostadores que querem ganhar dinheiro aprender com o livro Liderança? Fizemos a leitura por si e resumimo-lo em quatro lições principais.

1. Obsessão em ganhar

Sir Alex Ferguson não queria apenas ganhar; ele era obcecado por ganhar. O famoso treinador afirma que, durante 26 anos, foi casado com o Manchester United.

“A minha mulher estava preparada para aceitar o sacrifício; ela foi fantástica. Sei que nem todas as mulheres estariam dispostas a isso, obviamente, mas ela compreendia a minha obsessão,” admite ele.

Ficar em segundo lugar não era opção para o escocês.

Em determinado momento da minha vida, o desejo e a necessidade de ganhar superaram o meu medo de fracassar. Ganhar era uma questão de orgulho,” escreve.

O resultado? Durante o seu reinado no Manchester United, os Red Devils terminaram em segundo lugar em cinco ocasiões, mas acabaram como campeões na época seguinte a cada uma dessas cinco. Assim se consegue ver o quanto Ferguson detestava perder.

Vamos ver de que forma é que isto se aplica às apostas. Se quer ganhar dinheiro com apostas, tem de querê-lo de forma obsessiva. Mas que apostador, no seu juízo perfeito, não quer ganhar dinheiro, certo? Pois bem, querer algo e ser obcecado por isso são coisas bem diferentes.

Estudos comportamentais indicam que a maioria dos apostadores aposta como forma de entretenimento, de aceitação social e por aborrecimento; ganhar faz mais parte de um desejo do que de um objetivo claramente definido. Aquelas pessoas que estão obcecadas em ganhar dinheiro com as apostas são as que têm mais probabilidades de conceber um modelo de apostas, aplicar técnicas de gestão de risco e métodos de determinação da parada apropriados que podem dar origem a ganhos consistentes com as apostas.

2. Admitir os erros

Apesar de ter a imagem de um tirano, Ferguson não se coíbe de expressar os seus arrependimentos: a venda do filho aos Wolves, a forte reprimenda que deu a Mark McGhee por celebrar a vitória do Aberdeen sobre o Real Madrid, na Taça Europeia dos Clubes Vencedores de Taças em 1983, e anunciar a Jaap Stam que ia ser vendido à Lazio numa estação de combustível são alguns dos exemplos mencionados no livro.

Embora seja tentador pensar que a receita do sucesso não inclui erros, Ferguson deixa muito claro que aprendeu muito mais com os fracassos do que com os sucessos.
Embora seja tentador pensar que a receita do sucesso não inclui erros, Ferguson deixa muito claro que aprendeu muito mais com os erros e os fracassos do que com os sucessos. O que é que isso significa para os apostadores que estão determinados em ganhar dinheiro?

No artigo Como conceber um modelo de apostas, destacámos a importância de testar a sua estratégia e de monitorizar os resultados. É importante lembrar que é preciso manter um modelo rentável à medida que o tempo avança, e isso só é possível se um apostador estiver atento aos possíveis erros.

3. Pensar a longo prazo

Uma questão que Ferguson critica duramente em Liderança é a tendência prevalecente dos clubes de futebol de substituírem frequentemente os treinadores.

Quando ele assumiu as rédeas do Manchester United, o Liverpool era a força dominante no futebol inglês. Ferguson manteve-se concentrado tanto no jogo seguinte como em criar os elementos básicos do sucesso a longo prazo. Na sua tentativa de criar a equipa mais poderosa da Europa, ele admite que preferia perder um jogador a sacrificar os princípios que contribuíam para a sua visão a longo prazo.

O mesmo se aplica às apostas. Se só pensa em ganhar dinheiro este fim de semana, é provável que uma série de apostas perdedoras o faça apostar mais para recuperar as perdas. No entanto, se as apostas perdedoras foram consideradas como a variação normal dos resultados aleatórios, uma série de resultados infelizes não terá qualquer impacto na sua estratégia e, por conseguinte, nos seus ganhos globais.

Para aprender a evitar as armadilhas do pensamento a curto prazo, vá direito ao artigo A influência da sorte nas apostas a curto prazo.

4. Disciplina é fundamental

Por último, mas não menos importante, Ferguson atribui o seu sucesso à disciplina.

“Achei sempre que os nossos triunfos eram uma expressão da aplicação consistente da disciplina,” escreve ele.

No livro, ele admite que a sua abordagem dura com os jogadores pode ter saído cara ao United. As suas famosas discussões com jogadores como David Beckham, Roy Keane e Ruud Van Nistelrooy são os exemplos mais conhecidos.

“Ponho a disciplina acima de tudo o resto. Pode ter-nos custado vários títulos, mas se tivesse de fazer as coisas de novo, faria exatamente o mesmo”, acrescenta o chefe do Manchester United.

Mas o que significa a disciplina nas apostas? No artigo Os perigos de ponderar a probabilidade a partir da intuição, explicamos que o segredo para conseguir ganhos consistentes nas apostas é o valor esperado (ou seja, quanto podemos esperar ganhar em média por aposta).

Uma vez que a maioria dos apostadores mede o valor de uma aposta com base na sua perceção dos potenciais retornos, recomendamos vivamente que, se optar por retirar apenas uma coisa do livro de Ferguson, tal possa ser a importância da disciplina no cálculo do valor esperado das suas apostas.

No entanto, tal como acontece com todos os bons conselhos, o truque não está em saber, mas em implementar. Quer decida ou não aplicar o conselho de Ferguson nas suas apostas é consigo. Porém, uma coisa é certa: Liderança é um livro de leitura obrigatória para todos os fãs de futebol. É simplesmente impossível não apreciar estar na companhia de Ferguson.

Source: pinnacle.com